Oferta por tempo limitado!

Paciente Borderline - Clínica e Teoria

Baseado em 98 avaliações
Clínica Psicanalítica
  • 2 horas de carga horária
  • 635 alunos
  • 5 aulas
  • 3 módulos de conteúdo
  • Última atualização 26/09/2023
  • Certificado de conclusão de curso
  • 1 arquivo para download
Comprar agora
Adicionar cupom de desconto?

Sobre o Curso

Aula em vídeo de 2h10 minutos. Acompanha roteiro de aula para ser baixado em formado Word.

Assista em seu computador, Tablet ou Smartphone, onde e quando quiser. 

Paciente Borderline - Algumas considerações teóricas e clínicas

A teoria e a clinica do paciente borderline é um assunto extremamente atual. Este tipo de paciente apresenta características peculiares e, assim, precisa ser tratado com alguns cuidados específicos. Nesta aula será apresentadas algumas das principais características teóricas e clínicas deste tipo de paciente.  

Questões clínicas relevantes.

  • A idealização de si e do analista; a busca por resultados rápidos.

  • O sentimento do border diante dos limites na análise.

  • O holding e o cuidado em questões básicas de atenção ao paciente. 

  • Como analisar a tendência do paciente borderline em faltar com frequência às sessões? Qual os motivos inconscientes nesta atitude e como lidar com ela?

  • Como analisar a tendência destes pacientes de querer abandonar a terapia de uma hora para outra? Qual o significado deste tipo de atitude?

    Este paciente se ressentirá enormemente com as falhas do analista, sentindo-se abandonado. Como analisar estas situações?

  • A angustia de separação e o medo da dependência aparecem quase sempre em relação ao pagamento. O border acha que esta em uma relação comercial e o único motivo pelo qual o analista o escuta é porque ele paga. Como introduzir e lidar com esta situação?

  • A angustia de separação vai aparecer nos momentos de silêncio. O paciente borderline suporta muito mal os momentos de silêncio, pois acredita que esta sendo abandonado. Como interpretar estas situações?

  • Devido ao nível de exigência deste tipo de paciente, ele irá em algum momento reclamar do andamento da terapia, dizendo que a mesma não está avançando bem, ou que não está melhorando. Este momento é importante e tem que se analisar sua exigência e ansiedade. O paciente quer resultados rápidos e projeta isso no analista.Como analisar esta situação?

Demais questões clínicas

  • A questão central é a construção de um self que não foi ainda constituído, e não o alivio de repressões.

  • A importância do apoio, devido a sua angustia de separação. Este paciente precisa começar “tudo de novo”.

  • Por que o analista deve ser mais tolerante com estes pacientes?

  • O cuidado ao interpretar conflitos.

  • A importância da capacidade do analista de sobreviver ao ser atacado.

  • Esses pacientes melhoram no curto prazo?

  • A questão da idealização na clínica.

    A agressividade e o sentimento de abandono.

    É possível realizar um trabalho com estes pacientes respeitando as regras clássicas de um enquadre psicanalítico?

  • É possível utilizar o divã?

  • É possível obter resultados com apenas uma consulta semanal?

  • Qual a postura do analista no início do tratamento?

Questões teóricas

  • O borderline também é considerado como: (limítrofes, fronteiriços, casos-limite, estados limites). Por que ele é assim chamado e qual sua relação com a neurose e com a psicose?

  • Qual a relação entre o paciente borderline e a cultura contemporânea? Por que o número destes pacientes aumentou?

  • O ponto central das patologias atuais não é a angústia de castração e os desejos reprimidos, mas a angústia de separação. A consequência é a perda de sentido, medo de abandono, crise de identidade. .

  • Principais características diagnósticas

    • Quais são, de acordo com o professor, as quatro características que sempre estão presentes em um diagnóstico de transtorno borderline?

    • A origem e a importância da angustia de separação.

    • Demais características comuns ao paciente borderline. 

      • Instabilidade da auto-imagem e/ou auto-estima.

      • Utilização de defesas primitivas, como idealização, onipotência, negação, cisão, identificação projetiva.

      • Teste de realidade preservado.

      • Impulsividade.

      • Instabilidade afetiva.

      • Acessos de raiva.

      • Sentimento de vazio.

      • Etc.

  • O borderline em relação ao neurótico. Qual a diferença básica entre o neurótico e o border?

  • A relação entre angústia de castração é angústia de separação.

  • O border diante de uma relação triangular e da falta do outro.

  •  A dificuldade do border de perceber o outro.

  • O borderline e a Psicose

  • Mecanismos de defesa primitivos.

  • Principais diferenças entre o border e o psicótico.

BIBLIOGRAFIA

Público alvo

Psicólogos Clínicos

Sobre o certificado

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

1 ano

Sem tempo para fazer o curso agora?

Fique tranquilo, você poderá participar desse curso em até 1 ano após a matrícula.

Conteúdo

1Paciente Borderline - Aspectos Teóricos

  • Paciente Borderline - Aspectos Teóricos 1

    45:32

  • Paciente Borderline - Aspectos Teóricos 2

    08:42

2Paciente Borderline - Aspectos Clínicos

  • Paciente Borderline - Aspectos Clínicos 1

    57:07

  • Paciente Borderline - Aspectos Clínicos 2

    20:00

3Respostas a perguntas de alunos

  • Se o paciente border nao consegue manter seus projetos e manter uma estabilidade nas relacoes interpessoais bem como ocupacionais. como pode ele se diferenciar do paciente psicotico no quesito profissional, conforme atesta o professor?

    02:30

Professores

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo

Psicólogo

Contato para Supervisão: 14-9.9772.3707

Acesso por 1 ano

Estude quando e onde quiser

Materiais para download

Avaliações

Opinião dos alunos que se matricularam
4.9

98 avaliações

Muito boa a aula! Bem apresentada, conceitos claros e abrangentes!!

Luciana Gioia Lauretti G de Deus

Luciana Gioia Lauretti G de Deus

Otimo!

Debora Lopes

Gostei muito dessa aula, parabéns boas explicações.

Patricia Santiago

Guilherme, agradeço o excelente curso sobre a teoria e a clínica do paciente borderline. Minha gratidão a vocês é imensa e quase não há palavras para expressá-la, porque são pouquíssimos os profissionais da psicanálise que têm essa generosidade e coragem de compartilhar suas experiências e saberes com os demais colegas. Sou psicóloga que escolheu a psicanálise como a forma mais abrangente de tentar entender as questões psíquicas e comportamentais do humano. Porém, no último ano da graduação, que há 11 anos ficaram para trás, quase tive uma crise quando, nas aulas e supervisões com psicanalistas "formados" pelo Sedes, percebi posturas quase desumanas com o Outro: pacientes e alunos. Aqui vai então um desabafo: a mim me pareceu, à época, que os psicanalistas pertenciam a um clã inacessível. Depois, já graduada, fui tendo acesso a outras formas de trabalhar a psicanálise e pude, então, fazer as pazes com minhas escolhas. Novamente parabenizo essa iniciativa da Livraria do Psicanalista de "pensar e organizar" essas aulas e esses cursos on line de excelente qualidade. Moro no interior de SP, trabalho no judiciário (como psicóloga) e na clínica. O tempo é curto, por isso valorizo muito esse projeto de vocês. Fiquem com Deus e muito obrigada.

Elisabeth Martins PIres

Aula Maravilhosa, manejo claro e coerente! Obrigada professor Guilherme :) Abraços Adriana

ADRIANA MARIA DE LIMA

Aula muito clara e esclarecedora Muito fácil o entendimento. Parabéns!!!

Kelly Cristina Marcon Costa

Kelly Cristina Marcon Costa

Exelente Aula!

MANOEL MATIAS DOS SANTOS

MANOEL MATIAS DOS SANTOS

Show

Keli Almeida

Ajudou muito porque apesar de ter o conhecimento me falta traquejo de clinica. Muito didático, gostei muito!

Simone Caldeira

Você pode ampliar seu conhecimento

Assine um plano e tenha acesso a este e outros cursos. Aprenda muito mais.

Assinatura Anual - Acesso ilimitado

  • 172 cursos inclusos
  • Acesso imediato e válido por 1 ano

Assinatura Mensal - Acesso ilimitado.

  • 172 cursos inclusos
  • Acesso imediato e válido por 1 mês

Assinatura Trimestral - Acesso ilimitado

  • 172 cursos inclusos
  • Acesso imediato e válido por 3 meses

Assinatura Semestral - Acesso ilimitado

  • 172 cursos inclusos
  • Acesso imediato e válido por 6 meses

Assinatura Mensal - Acesso ilimitado (BOLETO OU PIX )

  • 172 cursos inclusos
  • Acesso imediato e válido por 1 mês

  • 2 horas de carga horária
  • 635 alunos
  • 5 aulas
  • 3 módulos de conteúdo
  • Última atualização 26/09/2023
  • Certificado de conclusão de curso
  • 1 arquivo para download

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Política de Privacidade